Historia do Brasil

 

Quando Colombo descobriu a América ele estava errado. As Índias, que ele buscava, estavam do outro lado do mundo. Além disso, ele desembarcou em terras portuguesas, segundo o Tratado de Alcáçovas. Estudos recente mostram que Colombo era provavelmente português e não genovês.

Quando Cabral descobriu o Brasil, para os europeus, tudo indica que ele também não tinha consciência do feito. Seria apenas uma ilha ao leste da Ásia, como outras indicadas em mapas da época.

Entretanto, estratégias não costumam ser escritas e, às vezes, mantêm-se em segredo para sempre. Determinar fatos históricos não é simples, conhecemos apenas as versões que ficaram.

A História do Brasil é fascinante. Mesmo antes do domínio europeu, até a transformação numa grande Nação, unida pela mesma língua.

 

 

Os brasileiros vencem os portugueses na batalha de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, em 25 de junho de 1823. Foi a primeira vitória importante do Brasil na Guerra da Independência. O Recôncavo era o principal reduto dos portugueses leais a Lisboa, em solo brasileiro. Portugal lutou com vigor para manter o domínio de sua antiga capital da América Lusitana.

Não houve uma declaração de independência em Sete de Setembro de 1822, a declaração de Dom Pedro I foi de guerra: Independência ou Morte. Caso os portugueses vencessem na Bahia não há dúvidas que eles marchariam para o Rio de Janeiro, para reunificar seus domínios na América.

Portugal venceu todas as suas guerras no Brasil, entre 1500 e 1823. Mandaram ingleses, holandeses e franceses pras Guianas, mas foram expulsos pelos brasileiros em Dois de Julho de 1823.

Na foto, detalhe da tela de Antônio Parreiras "O Primeiro Passo para a Independência da Bahia" 1930. Acervo do Palácio Rio Branco, em Salvador.

 

Brasil Turismo

 

Pesquisa Historia Brasil

 

Cidade de Belém

 

A bela Cidade de Belém (cerca de 1900) uma das pérolas arquitetônicas do Brasil nos séculos 18 e 19. Segundo Rocha Pitta, no início do século 18, Belém era nobilissimamente edificada e enobrecida de suntuosas igrejas ... e das magníficas casas dos moradores.

Fora do mundo acadêmico, poucos sabem que, a partir de 1772, existiram três Brasis. Nesse ano, a América Lusitana passou a ser dividida em três estados subordinados diretamente a Lisboa: o Estado do Brasil (propriamente dito), com capital no Rio de Janeiro, o Estado do Grão Pará e Rio Negro, com capital em Belém, e o Estado do Maranhão e Piauí, com capital em São Luís. Mas toda a América Lusitana continuava sendo chamada genericamente e informalmente de Brasil.

Em agosto 1823, o Pará tornou-se a a última província a unir-se ao Império do Brasil, sob a coroa de D. Pedro I.

 

Para Waldseemüller, o cartógrafo que deu o nome AMERICA ao Novo Mundo, em 1507, o Brasil era uma das Antilhas, mas a Terra de Santa Cruz seria a AMERICA. Em 1502, os portugueses chamavam essa mesma ilha de Brasill (com dois eles). Entretanto, registraram o Rio de Brasil, junto a Porto Seguro. Mas, no século 14, o Brasil eram os Açores.

Mais: os Nomes do Brasil

 

Independencia Brasil

 

Nome Brasil

 

Antiga Cidade Salvador

 

Povos Indígenas e Arqueologia.

Século 15. As grandes navegações, o Tratado de Tordesilhas, o Descobrimento do Brasil e os Falsos Descobrimentos.

Século 16. A exploração das terras, os primeiros povoados com europeus, as primeiras igrejas e as Capitanias Hereditárias.

Colonização do Brasil. Fundação de Salvador, missões jesuíticas, União Ibérica (1580-1640).

Século 17. Invasões Francesas e Holandesas. Quilombo dos Palmares.

Século 18. Expulsão dos jesuítas. Transferência da capital para o Rio de Janeiro (1763). Movimentos de emancipação política.

Século 19. Brasil Reino (1815-1822). Guerra da Independência, Império do Brasil (1822-1889), República.

Século 20. Bombardeio de Salvador, Ditadura Vargas, Segunda Guerra Mundial, Brasília (1960), Golpe Militar (1964) e a redemocratização.

Pesquisa da História do Brasil.

 

A mais bela paisagem portuária brasileira, uma das mais belas do mundo, Salvador, a Cidade de dois andares, nos primeiros anos do século 20, ainda embalada por seu vigor no século 19, quando era uma das mais ricas e importantes cidades da América. O coração histórico do Brasil perdeu o ritmo em meados do século 20, somente para retomar o fôlego e vigor neste início do século 21.

O arquiteto espanhol Morales de los Rios, ao visitar a Cidade, em 1889, declarou ter visto um dos panoramas mais lindos do mundo.

De acordo com o professor Christopher Ebert, Ph.D. pela Columbia University (Latin American History), Salvador foi de vital importância para o comércio global, entre 1650 e 1750, e o mais importante porto do Atlântico Sul, no período (Disembedding Salvador da Bahia from its Hinterland: Economic and Social Aspects of a Proto-global City in Brazil, 1650-1750). Em verdade, Salvador continuou a ser um dos mais importantes portos do mundo e o mais importante do Brasil até meados do século 19.

O antropólogo português Pedro Agostinho da Silva (1906-1994), em texto para as aquarelas de Emeric Essex Vidal, refere-se a Salvador como a maior e a mais rica cidade do Atlântico Sul durante os tempos dos barcos a vela, o que inclui parte do século 19.

Charles Darwin apaixonou-se pela Bahia quando lá esteve, por duas vezes, em 1832 e 1836.

 

Mapas Historicos Brasil

 

◄ História Geral

 

 

Copyright © Guia Geográfico - Informações e Dados Históricos do Brasil.

 

 

Historia do Brasil